CFN - Conselho Federativo Nacional

Com a assinatura do “Pacto Áureo” por representantes da FEB e de Entidades Federativas Espíritas dos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo, aos 5 de outubro de 1949, foi criado o Conselho Federativo Nacional (CFN) da Federação Espírita Brasileira, com o objetivo de promover a união dos espíritas, das instituições espíritas de nosso país, e de trabalhar pela unificação do Movimento Espírita, a fim de fortalecer a tarefa de difusão do Espiritismo.

Instalado em 1 de janeiro de 1950 e integrado pelas Entidades Federativas Estaduais — Federações e Uniões que, por sua vez, integram os Centros Espíritas sediados nos respectivos estados e no Distrito Federal — o Conselho Federativo Nacional substituiu o antigo Conselho Federativo da FEB, que federava, diretamente, junto aos Centros Espíritas de todo o país.